bemestarmed.com.br Ginecologia | Bem Estar Medicina e Saúde

Todas as publicações Ginecologia

O que fazer se você foi exposto ao vírus da varicela?

O que fazer se você foi exposto ao vírus da varicela?

Profissionais de saúde, cuidadores de idosos e crianças, receptivo de estrangeiros, policiais, militares, bombeiros, aquaviários e profissionais da aviação que nunca tiveram varicela (catapora) ou não receberam a vacina contra varicela em 2 doses estão susceptíveis a varicela, correndo risco ao entrarem em contato com adulto ou criança com varicela ou herpes zoster. Além de desenvolverem a doença podem transmiti-la para todos que entrarem em contato durante a fase de vesículas.

Veja mais

Afinal o que são os antioxidantes e o que fazem ao nosso corpo?

Afinal o que são os antioxidantes e o que fazem ao nosso corpo?

As moléculas orgânicas e inorgânicas e os átomos que contêm um ou mais elétrons não pareados, com existência independente, podem ser classificados como radicais livres, ou seja, fios desencapados dentro das células.

Os antioxidantes são agentes responsáveis pela inibição e redução das lesões causadas pelos radicais livres nas células. São considerados antioxidantes: L-cisteína, α-tocoferol (vitamina E), curcumina, β-caroteno,  Ácido ascórbico (vitamina C),  Flavonóides, Selênio, Clorofilina entre outros.

Veja mais

Zostavax® – saiba mais sobre a vacina contra herpes zoster

Zostavax® – saiba mais sobre a vacina contra herpes zoster

Prevention Study descobriu que a vacina herpes zoster tem 51,3% de  eficácia na prevenção da herpes zoster e 66,5 % de eficácia na prevenção da neuralgia pós-herpética (definida como dor de gravidade variável, que persistiu por pelo menos 90 dias após o início da lesão de pele).

Veja mais

1 a cada 3 pessoas desenvolverá Herpes Zoster durante a vida

1 a cada 3 pessoas desenvolverá Herpes Zoster durante a vida

Aproximadamente uma em cada três pessoas na população em geral irá desenvolver herpes zoster durante a sua vida. A doença geralmente ocorre entre 50 e 79 anos de idade, e aproximadamente 60% dos casos ocorrem em mulheres.

Veja mais

Vírus da gripe continuam soltos – Influenza e a vacina da gripe em 2015

Vírus da gripe continuam soltos – Influenza e a vacina da gripe em 2015

No Hemisfério Norte verificou-se as seguintes cepas do vírus Influenza no outono/inverno 2015:  Estados Unidos da América – H3N2 e FLU B; Canadá – H3N2; Europa – H3N2,H1N1 e FLU B;  China – H7N9 (gripe aviária); Egito – H5N1 (gripe aviária) e Índia – H1N1; com predomínio do vírus Influenza H3N2.

Na formulação trivalente da vacina da gripe distribuída no inverso do Hemisfério Norte (Estados Unidos da América e Canadá) estão presentes os vírus Influenza H1N1, H3N2 (cepas Texas) e Influenza B (FLU B linhagem Yamagata).  Esta vacina apresentou pouco impacto de prevenção, pois o vírus H3N2 sofreu um “Drift antigênico”, ou seja, uma mutação do local que estimula os anticorpos neutralizantes do corpo humano, isso fez com que a vacina não atingisse o objetivo de prevenção da gripe no Hemisfério Norte.

Nos Estados Unidos da América, mais de 80% das cepas do Influenza A (H3N2) eram da cepa que sofreu o “drift antigênico; a efetividade da vacina nos EUA foi de 18% para o Influenza A (H3N2) pois a cepa da vacina era a Texas e a cepa que causou infecção era a com mutação (cepa Switzerland) e 45% para o Influenza B (FLU linhagem Yamagata).

A vacina trivalente e quadrivalente que foi formulada para o Hemisfério Sul, América do Sul (Brasil, Argentina, Uruguai, Chile, etc) e Oceania contém o vírus H3N2 que sofreu a mutação, houve a troca da cepa Texas pela cepa Switzerland (cepa com mutação), assim, espera-se uma alto poder de prevenção da gripe no Hemisfério Sul.

Veja mais

Vacina quadrivalente contra o HPV (Gardasil) prós e contras

Vacina quadrivalente contra o HPV (Gardasil) prós e contras

A vacina quadrivalente contra papilomavírus humano (tipos 6, 11, 16 e 18) é indicada para a prevenção de câncer do colo do útero, vulvar e vaginal, lesões pré-cancerosas ou displásicas, verrugas genitais e infecções causadas pelo papilomavírus humano (HPV).

A vacina quadrivalente recombinante contra papilomavírus humano (tipos 6, 11, 16 e 18) é indicada para meninas e mulheres de 9 a 45 anos de idade para prevenir as seguintes doenças:

Veja mais

Contra flacidez e celulite conte com Venus Freeze, radiofrequência multipolar com pulso eletromagnético

Contra flacidez e celulite conte com Venus Freeze, radiofrequência multipolar com pulso eletromagnético

A radiofrequência é uma modalidade terapêutica que utiliza energia eletromagnética para aumentar a temperatura nas camadas mais profundas da pele. Esse aquecimento ocorre de forma segura e estimula a multiplicação celular, o que vai induzir a formação de novas fibras de colágeno.

Veja mais

Hepatite B pode causar cirosse e câncer de fígado, podendo ser prevenida por vacina

Hepatite B pode causar cirosse e câncer de fígado,  podendo ser prevenida por vacina

A hepatite B é uma doença viral que pode apresentar sintomas ou não.
As crianças com idade inferior a 10 anos desenvolvem, geralmente, infecções sem sintomas.
Os sintomas na fase aguda da doença, quando presentes, são: anorexia (falta de apetite), náuseas (enjoos), dor abdominal, vômitos e icterícia (amarelão), que em geral é o que determina a procura pelo atendimento médico.
Algumas pessoas desenvolvem a forma crônica da doença, apresentando um processo inflamatório hepático que dura mais de seis meses. Isto acontece em 5% a 10 % dos adultos infectados e 90% a 95% dos recém-nascidos filhos de mãe portadora do vírus da hepatite B.

Veja mais

Herpes Zóster agora já pode ser prevenido com vacina

Herpes Zóster agora já pode ser prevenido com vacina

O herpes-zóster, popularmente conhecido como cobreiro, é causado pelo mesmo vírus da catapora. O principal sintoma em adultos é a dor intensa na extensão do nervo da medula espinhal até a pele, que pode permanecer mesmo após a cura das lesões da pele.

Veja mais

76% das mulheres na pós menopausa reclamam da diminuição da elasticidade da pele

76% das mulheres na pós menopausa reclamam da diminuição da elasticidade da pele

Pesquisa apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica da PUCRS pesquisou O PAPEL DA ESTÉTICA NA IMAGEM CORPORAL, HUMOR E QUALIDADE DE VIDA  das mulheres na pós menopausa, em 2014.

Veja mais