bemestarmed.com.br Ginecologia | Bem Estar Medicina e Saúde

Todas as publicações Ginecologia

Avaliação dos efeitos da radiofrequência na pele

Avaliação dos efeitos da radiofrequência na pele

A dermatologia moderna disponibiliza recursos que buscam o rejuvenescimento corporal e facial. Entre estes recursos estão a fototerapia com LASER, LEDs, luz pulsada e campos eletromagnéticos como a radiofrequência.
A radiofrequência é um radiação no espectro eletromagnético que gera calor compreendida entre 30 KHz e 300 MHz. Esse tipo de calor alcança os tecidos mais profundos gerando energia e forte calor sobre as camadas mais profundas da pele, mantendo a superfície resfriada e protegida, ocasionando a contração das fibras colágenas existentes e estimulando a formação de novas fibras, tornando-as mais eficientes na sustentação da pele.

Veja mais

Saiba como prevenir gravidez indesejada, conheça os métodos anticoncepcionais

Saiba como prevenir gravidez indesejada, conheça os métodos anticoncepcionais

A história da contracepção é longa e data da Antigüidade; no entanto, o controle voluntário da fertilidade é ainda mais importante na sociedade moderna. Desde a puberdade até a menopausa , as mulheres preocupam-se com a procriação ou com sua prevenção, as únicas opções são: abstinência, contracepção ou gravidez.

Veja mais

Acantose nigricans: escurecimento da pele (hipercromia) que pode acometer região de dobras, inclusive a vulva

Acantose nigricans: escurecimento da pele (hipercromia) que pode acometer região de dobras, inclusive a vulva

Acantose nigricans ou nigricante é uma lesão pigmentada associada a alterações orgânicas benignas ou malignas, caracterizada por espessamento da pele, hiperpigmentação e acentuação das linhas da pele, gerando um aspecto grosseiro e aveludado no local afetado.

Veja mais

Meninas com 13 anos sem mamas ou com 15 anos com mamas, mas sem menstruação podem ter alteração genética

Meninas com 13 anos sem mamas ou com 15 anos com mamas, mas sem menstruação podem ter alteração genética

Amenorréia é um problema ginecológico caracterizado por ausência de menstruação. Pode ser classificada como:

  • Primária: ausência de menstruação aos 13 anos de idade quando não há caracteres sexuais secundários (mamas, pelos pubianos e surgimento de pequenos e grandes lábios diferenciados); ou aos 15 anos quando há desenvolvimento de caracteres sexuais secundários .  No caso de ausência de caracteres sexuais secundários há alta incidência de cariótipo (estudo do material genético) anormal.
  • Secundária: ausência de menstruação por mais de 3 (três) ciclos menstruais normais.
Veja mais

Sangramento no início da gravidez pode ser abortamento, o que fazer?

Sangramento no início da gravidez pode ser abortamento, o que fazer?

Conforme o Ministério da Saúde, abortamento é a interrupção da gravidez até a 20a (vigéssima) ou 22a (vigéssima segunda) semana e com produto da concepção pesando menos que 500g. Aborto é o produto da concepção eliminado no abortamento.

Veja mais

Pra que serve o preventivo (Papanicolaou)? Quem deve fazer?

Pra que serve o preventivo (Papanicolaou)? Quem deve fazer?

O câncer cervical corresponde a 15% de todos os canceres nas mulheres, ocupando o segundo lugar mundial entre os canceres mais comuns na população feminina. Essa doença resulta da progressão de uma condição pré-invasiva do epitélio cervical, mais frequente de origem escamosa, denominada neoplasia intraepitelial cervical escamosa (NIC). Durante esse processo evolutivo, ocorre uma instabilidade e/ou mutabilidade genética do DNA celular, propiciando o desenvolvimento do câncer. 

Veja mais

Lesão pigmentada da Vulva: Lentigo simples, Melanose vulvar, Hipercromia pós-inflamatória, Queratose seborréica, nevo melanocítico, nevo azul e angioqueratoma

Lesão pigmentada da Vulva: Lentigo simples, Melanose vulvar, Hipercromia pós-inflamatória, Queratose seborréica, nevo melanocítico, nevo azul e angioqueratoma

Lentigo simples: Caracteriza-se por mácula (menor de 1,5 cm) pontuada ou gotejada de cor castanha escura a preta, que surge nos primeiros anos de vida, aumentando em número com a idade e atingindo qualquer área do corpo. Pode ser congênita ou hereditária.  Trata-se de lesão benigna com tratamento conservador. Diagnóstico diferencial com nevo melanocítico juncional, nevo atípico, melanose vulvar e melanoma.

Veja mais

De todos os órgãos que compõem a genitália feminina a vulva é a que recebe menor atenção dos ginecologistas

De todos os órgãos que compõem a genitália feminina a vulva é a que recebe menor atenção dos ginecologistas

A vulva é revestida por tipos de epitélios diferentes: a pele queratinizada e a mucosa, além de possuir apêndices cutâneos, exigindo do médico conhecimentos específicos. Variantes normais da anatomia da vulva, como a papilomatose vestibular e os diferentes graus de eritema (vermelhidão) no vestíbulo (região interna aos pequenos lábios), podem ser erroneamente interpretados como condições patológicas pelo médico que não está devidamente capacidade para o manejo da região vulvar.

Veja mais

DICIONÁRIO DERMATOLÓGICO, ENTENDA O DIALETO MÉDICO

DICIONÁRIO DERMATOLÓGICO, ENTENDA O DIALETO MÉDICO

As lesões básicas ou elementares são a base de uma série de diagnósticos diferenciais que os ginecologistas e dermatologistas precisam realizar frente a sintomas ou lesões de pele ou vulvares.

  1. Acromia: despigmentação, descoloração, causada pela ausencia da melanina.
  2. Bolha: lesão elevada, definida, contendo líquido claro, maior que 0,5 cm
Veja mais

Líquen Escleroso, alteração não maligna de pele que também afeta a vulva, quando desconfiar?

Líquen Escleroso, alteração não maligna de pele que também afeta a vulva, quando desconfiar?

O líquen escleroso interessa tanto dermatologistas quanto ginecologistas, caracteriza-se por apresentar lesões discrômicas (descoradas) e com intenso prurido (coceira), muitas vezes não responsivo aos tratamentos instituídos. Acomete desde crianças ao redor de 6 meses de vida até mulheres na peri e pós-menopausa.

Veja mais