bemestarmed.com.br Carnes, peixes e frutos do mar crus ou mal cozidos podem transmitir Hepatite A | Bem Estar Medicina e Saúde

Nosso Blog

Acompanhe as notícias sobre medicina e dicas de saúde para viver em bem estar.

Carnes, peixes e frutos do mar crus ou mal cozidos podem transmitir Hepatite A

Carnes, peixes e frutos do mar crus ou mal cozidos podem transmitir Hepatite A

Hepatite A é uma doença infecciosa aguda que age diretamente no fígado, causada pelo vírus VHA  que é transmitido por via oral-fecal, de uma pessoa infectada para outra saudável, ou através de alimentos (especialmente os frutos do mar, recheios cremosos de doces e alguns vegetais) ou da água contaminada. Esse vírus pode sobreviver por até quatro horas na pele das mãos e dos dedos. A incidência da hepatite A é maior nos locais em que o saneamento básico é deficiente ou não existe.

A hepatite A pode ou não apresentar os sintomas. Durante o período de incubação, que leva em média de duas a seis semanas, os sintomas não se manifestam, mas a pessoa infectada já é capaz de transmitir o vírus.

Apenas uma minoria apresenta os sintomas da infecção sendo: febre, dores musculares, cansaço, mal-estar, perda do apetite, náuseas e vômito. Pode acontecer também da pessoa apresentar um amarelão (icterícia) nos olhos e pele, fezes amarelo-esbranquiçadas e urina com cor semelhante à da coca-cola são outros sinais possíveis da doença.
Grupo de Risco

Geralmente, é na infância que se entra em contato com o vírus. Por isso, as crianças constituem grupo de risco importante, assim como os adultos que interagem com elas.

Evolução

Em geral, o quadro de hepatite A se resolve espontaneamente em um ou dois meses. Em alguns casos, porém, pode demorar seis meses para o vírus ser eliminado totalmente do organismo.

A hepatite A é uma doença de curso benigno, mas potencialmente grave. Embora não sejam frequentes, complicações podem surgir. Se  foi exposto ao vírus pode prevenir a infecção  tomando uma vacina contra a hepatite A ou imunoglobulina.

Tratamento

Não existe tratamento especifico contra a hepatite A, o próprio corpo se encarregará de livrar-se do vírus da hepatite A, na maioria dos casos em torno de um ou dois meses. No entanto, há formas de se acelerar a recuperação, o tratamento neste caso, baseia-se no controle dos sintomas causados pela doença.

Pessoas que vivem no mesmo domicílio que o paciente infectado ou que estão em más condições de saúde podem receber imunoglobulina ou vacina para protegê-las contra a infecção. O fígado é o órgão mais prejudicado pela hepatite A, por isso deve evitar o uso de medicamentos que possam prejudicar seu funcionamento, bem como a ingestão de álcool.

Vacinas

Há duas vacinas contra a hepatite A. Uma deve ser aplicada em duas doses com intervalo de seis meses; a outra, em três doses distribuídas também nesses seis meses.
A vacina contra a hepatite A  deve ser administrada a partir do primeiro ano de vida, porque sua eficácia é menor abaixo dessa faixa etária.
Pessoas que pertencem ao grupo de risco ou que residem na mesma casa que o paciente infectado também devem ser vacinadas. Embora não seja comum, ao vacinar-se pode ocorrer reações locais (dor, vermelhidão) em um pequeno número de vacinados, raramente ocorreram outras manifestações, como febre e mal-estar.

Recomendações

    • Não coma carnes, peixes e frutos do mar crus ou mal cozidos;
    • Evite o consumo de alimentos e bebidas dos quais não conheça a procedência nem saiba como foram preparados;
    • Procure beber só água clorada, fervida ou filtrada, especialmente nas regiões em que o saneamento básico possa ser inadequado ou inexistente;
    • Lave as mãos cuidadosamente antes das refeições e depois de usar o banheiro;
    • Não ingira bebidas alcoólicas durante a fase aguda da doença e nos três meses seguintes à volta das enzimas hepáticas aos níveis normais;
    • Verifique se os instrumentos usados para fazer as unhas foram devidamente esterilizados ou leve consigo os que vai usar no salão de beleza;
    • Pessoas que pretendem viajar para áreas com alta incidência de hepatite A devem ser vacinadas;
    • Sempre consulte um médico.

Bem-Estar-Logotipo-em-PNG_Assinatura