bemestarmed.com.br bebê | Bem Estar Medicina e Saúde

Todas as publicações com bebê

Crianças acima de 6 meses devem ser vacinadas contra a Gripe

Crianças acima de 6 meses devem ser vacinadas contra a Gripe

A Sociedade Brasileira de Pediatria indica a vacinação contra a Influenza (gripe) aos 6 e 7 meses de idade.

Crianças menores de 9 anos devem receber 2 doses da vacina com intervalo de 30 dias entre elas na primeira vacinação.

Crianças maiores de 9 anos, podem receber apenas 1 dose da vacina na primeira vacinação contra a Influenza.

A vacinação contra a Gripe deve ser realizada anualmente pois a Influenza é uma doença causada por vírus que podem sofrer mutação e virar um novo tipo viral que a vacina anterior não consegue prevenir.

Conheça nossa sala de vacinas. Oriente-se com seu médico sobre as vacinas indicadas para seu filho.

Dra. Franciele Norma Minotto
Ginecologia, Obstetrícia e Sexologia
CRM/MT 5962

Bem-Estar-Logotipo-em-PNG_Assinatura

Veja mais

O que fazer se seu filho tem constipação Intestinal?

O que fazer se seu filho tem constipação Intestinal?

A constipação intestinal é uma queixa pediátrica frequente, sendo responsável por 25% das consultas com o pediatra gastroenterologista . A constipação crônica na infância pode ter de várias causas, sendo de origem funcional na grande maioria das vezes.

Veja mais

Vacina injetável contra a poliomielite tem vírus inativados o que elimina os eventos adversos

Vacina  injetável contra a poliomielite  tem vírus inativados o que elimina os eventos adversos

Poliomielite, ou paralisia infantil, é uma doença viral contagiosa aguda causada pelo poliovírus (sorotipos 1, 2, 3), que pode infectar crianças e adultos através do contato direto com as fezes ou com secreções expelidas pela boca das pessoas infectadas; o vírus afeta os nervos e pode provocar ou não paralisia.

Veja mais

Vírus da gripe continuam soltos – Influenza e a vacina da gripe em 2015

Vírus da gripe continuam soltos – Influenza e a vacina da gripe em 2015

No Hemisfério Norte verificou-se as seguintes cepas do vírus Influenza no outono/inverno 2015:  Estados Unidos da América – H3N2 e FLU B; Canadá – H3N2; Europa – H3N2,H1N1 e FLU B;  China – H7N9 (gripe aviária); Egito – H5N1 (gripe aviária) e Índia – H1N1; com predomínio do vírus Influenza H3N2.

Na formulação trivalente da vacina da gripe distribuída no inverso do Hemisfério Norte (Estados Unidos da América e Canadá) estão presentes os vírus Influenza H1N1, H3N2 (cepas Texas) e Influenza B (FLU B linhagem Yamagata).  Esta vacina apresentou pouco impacto de prevenção, pois o vírus H3N2 sofreu um “Drift antigênico”, ou seja, uma mutação do local que estimula os anticorpos neutralizantes do corpo humano, isso fez com que a vacina não atingisse o objetivo de prevenção da gripe no Hemisfério Norte.

Nos Estados Unidos da América, mais de 80% das cepas do Influenza A (H3N2) eram da cepa que sofreu o “drift antigênico; a efetividade da vacina nos EUA foi de 18% para o Influenza A (H3N2) pois a cepa da vacina era a Texas e a cepa que causou infecção era a com mutação (cepa Switzerland) e 45% para o Influenza B (FLU linhagem Yamagata).

A vacina trivalente e quadrivalente que foi formulada para o Hemisfério Sul, América do Sul (Brasil, Argentina, Uruguai, Chile, etc) e Oceania contém o vírus H3N2 que sofreu a mutação, houve a troca da cepa Texas pela cepa Switzerland (cepa com mutação), assim, espera-se uma alto poder de prevenção da gripe no Hemisfério Sul.

Veja mais

Quais são as vacinas até os 6 meses de vida do bebê?

Quais são as vacinas até os 6 meses de vida do bebê?

A vacinação infantil começa logo ao nascer com a hepatite B (realizada já na maternidade) e BCG (realizada em postos de saúde autorizados).

Dos 2 aos 6 meses de idade o bebê deve ser protegido contra Hepatite B, Difteria, Tétano, Coqueluche, Poliomielite, Haemophilus tipo B (meningite), Rotavírus (diarréia aguda grave), Pneumocócica (pneumonia) e Meningocócica (meningite).

Veja mais

O consumo moderado de bebida alcoólica durante a gravidez não é prejudicial ao bebê

O consumo moderado de bebida alcoólica durante a gravidez não é prejudicial ao bebê

Pesquisa de cientistas ingleses sugere que o consumo moderado de bebida alcoólica durante a gravidez não é prejudicial ao bebê. No estudo, os pesquisadores do University College de Londres analisaram o comportamento e as habilidades de 10.534 crianças de sete anos cujas mães não consumiram ou consumiram quantidades moderadas de bebida durante a gravidez.

Veja mais