bemestarmed.com.br coqueluche | Bem Estar Medicina e Saúde

Todas as publicações com coqueluche

Quais vacinas são indicadas para crianças de 0 a 10 anos?

Quais vacinas são indicadas para crianças de 0 a 10 anos?

Estima-se que isoladamente , as vacinas são as responsáveis nos últimos 2 séculos por um aumento de cerca de 30 anos  em nossa expectativa de vida.

O sarampo, segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), no ano 2000 teria causado cerca de 30 a 40 milhões de casos no mundo, com 770 mil óbitos. Entre nós, foi sempre a segunda causa de morte por doença infecciosa, perdendo somente para a diarreia. Hoje, graças a vacinação, a maioria dos estudantes de medicina e dos médicos jovens nunca viu um caso de sarampo.

Veja mais

Que vacinas são indicadas para Prematuros?

Que vacinas são indicadas para Prematuros?

O parto prematuro é definido como aquele que ocorre entre a 20ª e a 37ª semanas de gravidez.  A mortalidade (risco de morte) e a morbidade (risco de ficar doente) são maiores entre os bebês prematuros. A imaturidade geral pode levar à disfunção em qualquer órgão ou sistema corporal, e o bebê prematuro também pode sofrer comprometimento no seu desenvolvimento a longo prazo.

Veja mais

Quais são as vacinas até os 6 meses de vida do bebê?

Quais são as vacinas até os 6 meses de vida do bebê?

A vacinação infantil começa logo ao nascer com a hepatite B (realizada já na maternidade) e BCG (realizada em postos de saúde autorizados).

Dos 2 aos 6 meses de idade o bebê deve ser protegido contra Hepatite B, Difteria, Tétano, Coqueluche, Poliomielite, Haemophilus tipo B (meningite), Rotavírus (diarréia aguda grave), Pneumocócica (pneumonia) e Meningocócica (meningite).

Veja mais

Vacina DTP/DTPa protege contra difteria, em crianças e adultos

Vacina DTP/DTPa protege contra difteria, em crianças e adultos

Difteria é uma doença transmissível aguda, infecciosa, causada por uma bactéria tóxica que frequentemente se aloja nas amígdalas, faringe, laringe, nariz e, ocasionalmente, em outras mucosas e na pele.
Os sintomas mais comuns são placas branco-acinzentadas nas amígdalas (podendo invadir também a faringe, laringe e fossas nasais), mal estar, palidez, dor de garganta discreta e febre normalmente não muito elevada. Nos casos mais graves há intenso inchaço do pescoço, podendo ocorrer asfixia (falta de ar).

Veja mais

Coqueluche, revisão atual de um doença antiga

Coqueluche, revisão atual de um doença antiga

A coqueluche é uma doença infecciosa causada pela Bordetella pertussis, e em casos raros pela Bordetella parapertussis. Após a década de 40, com o advento da vacinação (difteria, tétano e pertussis – DTP), o número de casos caiu drasticamente, porém aumento de casos são identificados a cada 2-3 anos. A coqueluche é uma doença infecciosa aguda, que compromete especificamente o aparelho respiratório (traqueia e brônquios) e se caracteriza por tosse seca, crianças menores de 1 ano apresentam quadros mais graves da doença. A doença evolui em três fases sucessivas.

Veja mais