bemestarmed.com.br ginecologia | Bem Estar Medicina e Saúde

Todas as publicações com ginecologia

Síndrome fúngica, o que é isso?

Síndrome fúngica, o que é isso?

A síndrome fúngica é o conjunto de sintomas crônicos persistentes. Os fungos se comportam de forma semelhante as células humanas e são tratados com drogas agressivas para a célula humana e pouco eficazes em controlar a microbiota fúngica.

Veja mais

Benefícios dos Exercícios na Melhor Idade

Benefícios dos Exercícios na Melhor Idade
Comentários desativados em Benefícios dos Exercícios na Melhor Idade

Fazer exercícios traz benefícios em qualquer idade, melhorando muito a qualidade de vida. Longevidade e qualidade de vida tem tudo a ver, pois todos desejam viver muito, mas com saúde, bem estar, um bom condicionamento físico e se possível no seu peso ideal.

Veja mais

Vacina quadrivalente contra o HPV (Gardasil) prós e contras

Vacina quadrivalente contra o HPV (Gardasil) prós e contras

A vacina quadrivalente contra papilomavírus humano (tipos 6, 11, 16 e 18) é indicada para a prevenção de câncer do colo do útero, vulvar e vaginal, lesões pré-cancerosas ou displásicas, verrugas genitais e infecções causadas pelo papilomavírus humano (HPV).

A vacina quadrivalente recombinante contra papilomavírus humano (tipos 6, 11, 16 e 18) é indicada para meninas e mulheres de 9 a 45 anos de idade para prevenir as seguintes doenças:

Veja mais

Herpes Zóster agora já pode ser prevenido com vacina

Herpes Zóster agora já pode ser prevenido com vacina

O herpes-zóster, popularmente conhecido como cobreiro, é causado pelo mesmo vírus da catapora. O principal sintoma em adultos é a dor intensa na extensão do nervo da medula espinhal até a pele, que pode permanecer mesmo após a cura das lesões da pele.

Veja mais

76% das mulheres na pós menopausa reclamam da diminuição da elasticidade da pele

76% das mulheres na pós menopausa reclamam da diminuição da elasticidade da pele

Pesquisa apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica da PUCRS pesquisou O PAPEL DA ESTÉTICA NA IMAGEM CORPORAL, HUMOR E QUALIDADE DE VIDA  das mulheres na pós menopausa, em 2014.

Veja mais

Avaliação dos efeitos da radiofrequência na pele

Avaliação dos efeitos da radiofrequência na pele

A dermatologia moderna disponibiliza recursos que buscam o rejuvenescimento corporal e facial. Entre estes recursos estão a fototerapia com LASER, LEDs, luz pulsada e campos eletromagnéticos como a radiofrequência.
A radiofrequência é um radiação no espectro eletromagnético que gera calor compreendida entre 30 KHz e 300 MHz. Esse tipo de calor alcança os tecidos mais profundos gerando energia e forte calor sobre as camadas mais profundas da pele, mantendo a superfície resfriada e protegida, ocasionando a contração das fibras colágenas existentes e estimulando a formação de novas fibras, tornando-as mais eficientes na sustentação da pele.

Veja mais

Pra que serve o preventivo (Papanicolaou)? Quem deve fazer?

Pra que serve o preventivo (Papanicolaou)? Quem deve fazer?

O câncer cervical corresponde a 15% de todos os canceres nas mulheres, ocupando o segundo lugar mundial entre os canceres mais comuns na população feminina. Essa doença resulta da progressão de uma condição pré-invasiva do epitélio cervical, mais frequente de origem escamosa, denominada neoplasia intraepitelial cervical escamosa (NIC). Durante esse processo evolutivo, ocorre uma instabilidade e/ou mutabilidade genética do DNA celular, propiciando o desenvolvimento do câncer. 

Veja mais

Líquen Escleroso, alteração não maligna de pele que também afeta a vulva, quando desconfiar?

Líquen Escleroso, alteração não maligna de pele que também afeta a vulva, quando desconfiar?

O líquen escleroso interessa tanto dermatologistas quanto ginecologistas, caracteriza-se por apresentar lesões discrômicas (descoradas) e com intenso prurido (coceira), muitas vezes não responsivo aos tratamentos instituídos. Acomete desde crianças ao redor de 6 meses de vida até mulheres na peri e pós-menopausa.

Veja mais

Sua falta causa anemia e seu excesso causa hemocromatose, ferro, vilão ou mocinho?

Sua falta causa anemia e seu excesso causa hemocromatose, ferro, vilão ou mocinho?

O ferro é um elemento químico indispensável para a produção de hemoglobina e mioglobina (transporte de oxigênio e energia), e participa de ínumeros processos metabólicos, entre eles a produção de energia oxidativa. A fonte de ferro é predominantemente a dieta e a reciclagem de eritrócitos (células vermelhas do sangue). Após sua absorção pelos enterócitos (células do intestino), pode ser armazenado como ferritina ou transportado para a circulação, dependendo do nível de saturação da transferrina.

Veja mais