bemestarmed.com.br gripe | Bem Estar Medicina e Saúde

Todas as publicações com gripe

Quais vacinas são indicadas para crianças de 0 a 10 anos?

Quais vacinas são indicadas para crianças de 0 a 10 anos?

Estima-se que isoladamente , as vacinas são as responsáveis nos últimos 2 séculos por um aumento de cerca de 30 anos  em nossa expectativa de vida.

O sarampo, segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), no ano 2000 teria causado cerca de 30 a 40 milhões de casos no mundo, com 770 mil óbitos. Entre nós, foi sempre a segunda causa de morte por doença infecciosa, perdendo somente para a diarreia. Hoje, graças a vacinação, a maioria dos estudantes de medicina e dos médicos jovens nunca viu um caso de sarampo.

Veja mais

Crianças acima de 6 meses devem ser vacinadas contra a Gripe

Crianças acima de 6 meses devem ser vacinadas contra a Gripe

A Sociedade Brasileira de Pediatria indica a vacinação contra a Influenza (gripe) aos 6 e 7 meses de idade.

Crianças menores de 9 anos devem receber 2 doses da vacina com intervalo de 30 dias entre elas na primeira vacinação.

Crianças maiores de 9 anos, podem receber apenas 1 dose da vacina na primeira vacinação contra a Influenza.

A vacinação contra a Gripe deve ser realizada anualmente pois a Influenza é uma doença causada por vírus que podem sofrer mutação e virar um novo tipo viral que a vacina anterior não consegue prevenir.

Conheça nossa sala de vacinas. Oriente-se com seu médico sobre as vacinas indicadas para seu filho.

Dra. Franciele Norma Minotto
Ginecologia, Obstetrícia e Sexologia
CRM/MT 5962

Bem-Estar-Logotipo-em-PNG_Assinatura

Veja mais

Qual a diferença entre Gripe e Resfriado?

Qual a diferença entre Gripe e Resfriado?

A gripe é uma infecção viral causada pelo vírus Influenza, a pessoa com gripe apresenta febre, dor no corpo, dores de cabeça e sintomas respiratórios como tosse, congestão de vias aéreas e dificuldade para respirar. Os sintomas variam de leves a graves.

Veja mais

Como evitar a Síndrome do Bebê Chiador em menores de 3 anos?

Como evitar a Síndrome do Bebê Chiador em menores de 3 anos?

A “Síndrome do Bebê Chiador” ou “Lactente Sibilante” acontece em crianças menores de 3 anos de vida que apresentam episódios de chiado ou sibilância por 3 vezes ou mais consecutivos durante um período de 2 meses ou quando o episódio de sibilância dura mais de 1 mês. Está associado a outros sintomas como tosse, coriza e obstrução nasal.

Veja mais

A vacina da gripe é para todas as idades mas no grupo alvo estão crianças maiores de 6 meses a 5 anos

A vacina da gripe é para todas as idades mas no grupo alvo estão crianças maiores de 6 meses a 5 anos

Os grupos alvo para as vacinas da gripe são: crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde, maiores de 60 anos de idade, população carcerária e agentes prisionais, população indígena e portadores de doenças crônicas.

Veja mais

Vírus da gripe continuam soltos – Influenza e a vacina da gripe em 2015

Vírus da gripe continuam soltos – Influenza e a vacina da gripe em 2015

No Hemisfério Norte verificou-se as seguintes cepas do vírus Influenza no outono/inverno 2015:  Estados Unidos da América – H3N2 e FLU B; Canadá – H3N2; Europa – H3N2,H1N1 e FLU B;  China – H7N9 (gripe aviária); Egito – H5N1 (gripe aviária) e Índia – H1N1; com predomínio do vírus Influenza H3N2.

Na formulação trivalente da vacina da gripe distribuída no inverso do Hemisfério Norte (Estados Unidos da América e Canadá) estão presentes os vírus Influenza H1N1, H3N2 (cepas Texas) e Influenza B (FLU B linhagem Yamagata).  Esta vacina apresentou pouco impacto de prevenção, pois o vírus H3N2 sofreu um “Drift antigênico”, ou seja, uma mutação do local que estimula os anticorpos neutralizantes do corpo humano, isso fez com que a vacina não atingisse o objetivo de prevenção da gripe no Hemisfério Norte.

Nos Estados Unidos da América, mais de 80% das cepas do Influenza A (H3N2) eram da cepa que sofreu o “drift antigênico; a efetividade da vacina nos EUA foi de 18% para o Influenza A (H3N2) pois a cepa da vacina era a Texas e a cepa que causou infecção era a com mutação (cepa Switzerland) e 45% para o Influenza B (FLU linhagem Yamagata).

A vacina trivalente e quadrivalente que foi formulada para o Hemisfério Sul, América do Sul (Brasil, Argentina, Uruguai, Chile, etc) e Oceania contém o vírus H3N2 que sofreu a mutação, houve a troca da cepa Texas pela cepa Switzerland (cepa com mutação), assim, espera-se uma alto poder de prevenção da gripe no Hemisfério Sul.

Veja mais