bemestarmed.com.br herpes zoster | Bem Estar Medicina e Saúde

Todas as publicações com herpes zoster

Estudo conclui que a vacina para varicela diminui o risco de varicela em 10 vezes

Estudo conclui que a vacina para varicela diminui o risco de varicela em 10 vezes

Imunização contra o vírus da varicela é eficiente e dura por pelo menos 14 anos. A vacina apresenta uma eficiência de 90%, o que equivale a um risco de varicela dez vezes menor do que o existente antes da vacina ser realizada. 

Veja mais

O que fazer se você foi exposto ao vírus da varicela?

O que fazer se você foi exposto ao vírus da varicela?

Profissionais de saúde, cuidadores de idosos e crianças, receptivo de estrangeiros, policiais, militares, bombeiros, aquaviários e profissionais da aviação que nunca tiveram varicela (catapora) ou não receberam a vacina contra varicela em 2 doses estão susceptíveis a varicela, correndo risco ao entrarem em contato com adulto ou criança com varicela ou herpes zoster. Além de desenvolverem a doença podem transmiti-la para todos que entrarem em contato durante a fase de vesículas.

Veja mais

Zostavax® – saiba mais sobre a vacina contra herpes zoster

Zostavax® – saiba mais sobre a vacina contra herpes zoster

Prevention Study descobriu que a vacina herpes zoster tem 51,3% de  eficácia na prevenção da herpes zoster e 66,5 % de eficácia na prevenção da neuralgia pós-herpética (definida como dor de gravidade variável, que persistiu por pelo menos 90 dias após o início da lesão de pele).

Veja mais

1 a cada 3 pessoas desenvolverá Herpes Zoster durante a vida

1 a cada 3 pessoas desenvolverá Herpes Zoster durante a vida

Aproximadamente uma em cada três pessoas na população em geral irá desenvolver herpes zoster durante a sua vida. A doença geralmente ocorre entre 50 e 79 anos de idade, e aproximadamente 60% dos casos ocorrem em mulheres.

Veja mais

Herpes Zóster agora já pode ser prevenido com vacina

Herpes Zóster agora já pode ser prevenido com vacina

O herpes-zóster, popularmente conhecido como cobreiro, é causado pelo mesmo vírus da catapora. O principal sintoma em adultos é a dor intensa na extensão do nervo da medula espinhal até a pele, que pode permanecer mesmo após a cura das lesões da pele.

Veja mais